Ensino de Filosofia

A questão é: ensinar filosofia.
Qualquer outra matéria da escola não enfrenta essa questão. A filosofia já na entrada é questionada sobre seu lugar, sobre sua validade. Seria isso própria da Filosofia? ou seria mero preconceito? Se pensarmos a sociedade como um jogo de poder, como nos propõe Foucault, certamente a Filosofia e sua posição na escola revela sim um dado jogo de poder.

Não resolvemos a questão e já vamos para outra. Quem é que faz o debate sobre o ensino de Filosofia? Quem é que escreve e tem condições para se dedicar ao labor de escrever livros didáticos de Filosofia? Questões que não são exclusivas da Filosofia, mas que também revelam muitos dos entraves na lide com ela.
Geralmente são acadêmicos que não estão na prática escolar. Na melhor das hipóteses já tiveram há muito tempo atrás. Enfim, quem é Marilena Chauí? Uma excelente filósofa, com um renomada obra. Contudo, apenas isso autoriza seu livro Convite a Filosofia ser um obra de referência para o Ensino Médio?

Enfim, o velho dilema: quem pensa e cria as idéias não são os mesmos que a executam. Problema do capitalismo, pois ai se encontra o cerne do Poder.

Vamos proseando.
Na UNINOVE tem rolado um interessantes trabalho de discussão sobre o ensino de Filosofia. Coordenado pelo professor Marcos Lorieri. Passem lá. No dia  8 de outubro às 14 horas. No prédio da pós em educação. Barra funda.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Elle

10 motivos para você não ser maçom

Instrução de Companheiro Maçom