Academia Superior Maçônica




Em outro post fiz algumas considerações sobre essa tal Academia Superior Maçônica.
Neste, pretendo aprofundar a reflexão e fugir das agressões comuns na internet contra qualquer iniciativa maçônica do gênero.

Várias pessoas acabaram encontrando meu post e mandando mensagens. O que eu pretendo não é "esculhambar" quem criou a tal academia. É comum encontrarmos no Orkut agressões diversas a qualquer coisa que fale de maçonaria na internet. A reflexão é um exercício de outra ordem. Em primeiro lugar deve considerar que há pessoas do outro lado que se empenham em fazer algo. O direito de discordar não é o mesmo que faltar com o respeito, mas apenas aperfeiçoar as partes que dialogam.




Esses defensores da maçonaria presente em Orkut ou facebook se assemelham aos detratores. São paranóicos com suas teorias de conspiração e não adianta dizer nada, pois eles irão sempre fazer as conclusões deles. São aguerridos e perigosos. Aliás, para quem estuda um pouco de história, a característica do nazismo era essa.

Minha intenção é um debate franco. Em geral essas pessoas que fundam Lojas fora das Grandes Lojas pensam estar fazendo um bem. Poucos seriam aqueles que deliberadamente querem fazer dinheiro. Muitos são pessoas capacitadas e observam, no entendimento deles, que as Grandes Lojas ou Grandes Orientes são ineficazes em algum aspecto. A burocracia na Maçonaria dita "regular" irrita e não promove de fato a cultura maçônica.

Para muitos desses dissidentes é isso que está na raiz de suas ações. Por outro lado, não podemos nos furtar a seguinte reflexão acerca dessas pessoas: até que ponto essa auto-imagem é verdadeira?

Será que esse indivíduo, que faz de si uma imagem boa e que é movido pelo bem, não está enganado acerca de si mesmo?

Segundo o filósofo Schopenhauer o mundo é "Vontade e Representação", ou seja, existe por detrás dos discursos uma vontade. Toda explicação que um fundador da Academia Superior dá sobre si seria a representação de uma Vontade. Vontade que as vezes não é explicita, mas fica bem escondida.

Nesse processo de Vontade e Representação é que mora o perigo, pois cada indivíduo tem lá sua Vontade e os seus métodos de representa-la.

Ressalto, portanto, que os indivíduos fundadores de Academias deveriam sempre jogar limpo no sentido de revelar tudo isso. Não poderiam se valer da "curiosidade" pelo oculto, pelo mistério, que há nas pessoas para poder iniciá-la nas suas iniciativas.

Enfim, é apenas um debate. Sem intenção de indentificar fulano ou sicrano como sendo "mau" em pessoa.

Ir. Batista.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Instrução de Companheiro Maçom

Qual é o seu motivo para entrar na Maçonaria?