Professor, pedreiro, política.


Segue abaixo um texto piada que chegou até nós via e-mail. Logo após ele nossa reflexão sobre esta realidade brasileira. O Brasil que ventila aos quatro ventos que será uma potência, fará parte dos BRIC's. 


Verdade PURA

O cara termina o segundo grau e não tem vontade de fazer uma faculdade.
O pai, meio mão de ferro, dá um apertão:


- Ahh, não quer estudar? Bem, perfeito. Vadio dentro de casa eu não mantenho, então vai trabalhar...
O velho, que tem muitos amigos, fala com um deles, que fala com outro até que ele consegue uma audiência com um político que foi seu colega lá na época de muito tempo atrás:
- Rodriguez!!!! Meu velho amigo!!! Tu te lembra do meu filho? Pois é, terminou o segundo grau e anda meio à toa, não quer estudar. Será que tu não consegue nada pro rapaz não ficar em casa vagabundeando?
Aos 3 dias, Rodriguez liga:
- Zé, já tenho. Assessor na Comissão de Saúde no Congresso, R$ 9.000,00 por mês, prá começar.
- Tu tá loco!!!!! O guri recém terminou o colégio, não vai querer estudar mais, consegue algo mais abaixo...
Dois dias depois:
- Zé, secretário de um deputado, salário modesto, R$ 5.000,00, tá bom assim?
- Nãooooo, Rodriguez, algo com um salário menor, eu quero que o guri tenha vontade de estudar depois....Consegue outra coisa.
- Olha Zé, a única coisa que eu posso conseguir é um carguinho de ajudante de arquivo, alguma coisa de informática, mas aí o salário é uma merreca, R$ 2.800,00 por mês e nada mais....
- Rodriguez, isso não, por favor, alguma coisa de 500,00, 600,00, prá começar.
- Isso é impossível Zé!!!*
- Mas, por que???*
- PORQUE ESSES SÃO POR CONCURSO PARA PROFESSOR, PRECISA TÍTULO SUPERIOR, MESTRADO ETC.... É DIFÍCIL...


Eu até ri, no começo, depois comecei a chorar, pois sou professor de escola pública. Sim é verdadeiro, sou formado em Teologia e Filosofia pela PUC minas. Depois fiz especialização em arte-educação e estudos bíblicos. Não contente, fiz pedagogia, e, recentemente, fiz Mestrado em Filosofia.

Bem, por tudo isto, ganho em torno de 9 reais a hora aula. Se juntar os “benefícios” deve dar uns 12 reais a hora aula. Mas se fosse um lugar agradável e com pessoas agradáveis, seria muito gratificante “dar” aulas no Estado. Porém, temos salas com 45 “alunos”, (agressores) e um professor de filosofia, como eu, tenho que ter 16 salas de aula de segunda a sexta para fazer um “cargo” e receber liquido uns 1300reais. Isto significa que tenho aproximadamente 700 alunos(com os quais tenho 1 aula semana, e alguns 2).

Desculpa a insistência do meu relato mas quero continuar. Quando não havia as apostilas do Estado, como livro suporte do aluno, tinha que escrever no quadro 8horas por dia. Manter os 45 alunos(de classe C,D e E) alegres e felizes, pois afinal minha aula tinha que ser “Mao da hora veio”(no dialeto favelez isto quer dizer: uma aula agradável e estimulante). Para não ser acuasado pelo Dimenstei e a Folha de São Paulo de ser um professor incompetente, tenho que elaborar todos os dias aulas criativas. Devo, também, corrigir todos os trabalhos dos alunos, olhar o caderno deles.

Enfim, descobri que ser ajudante da construção civil, o cargo que não precisa de curso algum, apenas força, dá para “discolar” uns 1300 mês. Mas com minha formação em arte-educação, descobri que já vou tentar ser pintor, utilizando minha lábia de filósofo, sei que vou discolar de cara uns 2.500 mês. E quem sabe de Mestre em Filosofia, pela Faculdade de São Bento, serei promovido a Mestre de Obra. Há, na obra, na contrução civil, você tem que ser muito educado para pedir a um ajudante-de-pedreiro para não desperdiçar o seu dinheiro. Você, por exemplo, precisa, educadamente, pedir a ele que dê descarga no vaso, pois ele esqueceu. Se você alterar a voz pode ser processado ou ele não volta no dia seguinte, mesmo você pagando 100reais dia. O que é certo. Mas como tenho que aceitar ser insultado todos os dias, ser chingado, ter apelidos bizarros,  ser ameaçado, achava que isto é quer era o normal e até estranhei não poder tratar assim também o ajudante da construção.

Confesso que estou muito animado. Vou até parar de tomar os 4 remédios diários(depressão, falta de concentração, dores crônicas, e insônia). Não vejo a hora de começar na construção civil.  

Comentários

  1. Meu Deus, vc descreveu tudo, parece minha vida, bem tirando o fato de não ter mestrado... estou pensando seriamente em procurar outra profissão, a cada dia que passa estou ficando mais desanimado e realmente não vale a pena, nem consigo fazer mais uma aula "mo da hora"...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Obrigado por ler e participar do nosso blog.

Postagens mais visitadas deste blog

Elle

Instrução de Companheiro Maçom

10 motivos para você não ser maçom