Saber e anonimato.

Em época de internet a questão principal é saber se conhecimento e pessoa que conhece são a mesma coisa. Estamos fortemente habituados com saberes que fazem uso do argumento de autoridade, isto é, não preciso verificar se é verdade pois confio em quem está falando.

A autoridade do falante era a garantia da verdade. Ele estava diante dos meus olhos, sabia que era X e não Y que falava.

Essa postura antes da explosão dos computadores não garantia a verdade, pois se tomarmos a política iremos nos fartar de mentirosos famosos. O que não existia era a problemática. Hoje a questão é posta e a desconfiança se faz presente.

É preciso portanto ensinar as pessoas a superar a posição de consumir informação pela figura de autoridade. Deve incentivar a verificação lógica das informações.
Filosofia portanto é um conhecimento fantástico para essa nova postura. Mas o importante não é qual Filosofia e sim uma postura filosofaste.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Elle

Instrução de Companheiro Maçom

10 motivos para você não ser maçom