Freud: entre apolo e dionísio

Excelente livro de Zeferino Rocha, edita pela UNICaP e Ed. Loyola.

"Com o primado da representação sobre o ser e da teoria do conhecimento sobre a metafísica, o lógos técno suplantou o lógos teórico e o lógos prático. Por causa da primazia do lógos técnico, tudo o que passou a ser produzido no campo do conhecimento, tanto teórico como prático, foi feito pela mediação de um modelo criado pelo próprio homem.  E desse modo surgiram as novas coordenadas do mundo da técnica."

Nesse contexto é devemos propor pensar a "cognição" ou mesmo a ideia de conhecimento no seio de sociedade iniciáticas e seu correlatos, que temos de montão entre nós brasileiros.

No seio dessas associações, mesmo quando "A teoria da relatividade" é cooptada o que estão falando é uma variação de saber metafísico. Não bastasse o caráter amador, pois nem mesmo filósofo são, temos ainda essa incompatibilidade de paradigma. Esse caroço que se forma está presente também nas igrejas. Trata-se de um modelo de saber querendo brigar com outro, mas ninguém sabe disso. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Elle

Instrução de Companheiro Maçom

10 motivos para você não ser maçom