Filosofia PUC SP

"No ano de 2008, o Departamento de Filosofia da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo comemorou os cem anos da criação de seu curso de Graduação em Filosofia. A história desse curso remonta ao primórdio do ensino e da pesquisa em Filosofia no Brasil, quando da fundação, em 15 de julho de 1908, da Faculdade Livre de Filosofia e Letras, cujo primeiro diretor foi Dom Miguel Kruse, abade do Mosteiro de São Bento.
Trata-se, assim, do primeiro curso de Filosofia do Brasil, e o único existente no país até a década de 1930, momento em que se funda a Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras Sedes Sapientiae, cujo curso de Filosofia foi o primeiro a ser oficialmente reconhecido no Brasil, em 1933, um ano antes da criação da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras da USP.
Em 1940, a Faculdade Livre de Filosofia e Letras é oficialmente reconhecida e passa a chamar-se Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de São Bento. Em 1946, esta última associa-se à Faculdade Paulista de Direito, constituindo, então, a Universidade Católica de São Paulo, que viria a ser oficialmente reconhecida, no ano seguinte, como Pontifícia.
Ao agregar também o curso de Filosofia da Sedes Sapientiae, naquele momento, PUC-SP passou a abrigar dois cursos de Filosofia independentes entre si, embora da mesma escola de pensamento, situação que se manteve inalterada até o fim da década de 1960.
O ano de 1968 marca uma transformação radical nesses cursos. No contexto da efervescência político-cultural do período, com o advento das comissões paritárias de alunos e professores, as escolas assumem caminhos opostos. A Faculdade Sedes Sapientiae adotaria um currículo voltado para a análise monográfica de textos filosóficos, ao passo que a Faculdade São Bento buscaria formar um programa experimental de ensino de Filosofia. A fusão das duas Faculdades em um único curso constituirá, então, o Departamento de Filosofia da PUC-SP, no ano de 1970, cuja atuação dirigir-se-á predominantemente para o ensino e a pesquisa em História da Filosofia.
O ano de 1977 marca outro momento fundamental na história do Departamento de Filosofia, momento que se entrecruza, como é característico de toda a sua história, com importantes eventos políticos da época. Trata-se da abertura de seu curso de Pós-Graduação strictu sensu, pelo qual havia muito se ansiava, mas que se viabilizou de fato com a contratação dos professores Bento Prado Jr. e José Arthur Giannotti, aposentados compulsoriamente da USP pelo regime militar. Desde então, o Programa de Pós-Graduação em Filosofia, vinculado ao Departamento de Filosofia da PUC-SP, caracterizou-se por sua significativa contribuição para a pesquisa acadêmica em Filosofia no país, reconhecida em âmbito nacional e internacional.
Prof. Dr. Márcio Alves da Fonseca
Coordenador  do Departamento de Filosofia da PUCSP"
by

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Elle

Instrução de Companheiro Maçom

10 motivos para você não ser maçom