Maçonaria Hoje


A contribuição possível da maçonaria para nossos dias seria qual? Se cada um dos Confrades se colocasse honestamente essa pergunta certamente poderíamos romper com uma certa fadiga que nos ronda.

Pessoalmente tenho verificado que o erro básico da Maçonaria de nossos dias está em como cada um se vê. O termo batido para tal condição é o alienamento, quando não se dá conta de que há forças outras agindo sobre nós e não a percebemos.

Para romper esse circuito e que gera a sensação de que o mundo está aí fora e nós não conseguimos interagir satisfatoriamente com ele, faz-se necessário o maçom se dar conta de que ele não é o grande filantropo estadunidense. Nossa condição social de norte a sul não de grandes doadores capitalistas. Somos uma classe média, para media media, vivendo todos os dilemas mundiais dessa lugar social. Correndo contra o tempo, investindo em educação e na garantia de alguns benefícios como saúde e moradia.

Minha tese é que se há algo para esse maçom fazer nos dias hoje ele está inscrito na ordem da educação. O classe média não pode se furtar de ter formação e qualificação profissional, sob pena de se jogado para baixo.  Nesse sentido, ao doar no educação no âmbito da maçonaria o próprio classe média estará se exercitando e, consequentemente, beneficiando-se. Em um único movimento ele consegue militar naquilo que lhe caro e ao mesmo tempo compartilhar conhecimento.

Não há outro caminho de ação social para a Maçonaria. Ficar fazendo ilações de grandes obras benemerentes sem ter onde “cair morto” é no mínimo piada. Pequeno comerciante, muito comum na Ordem, não é grande banqueiro. É um empregado da engenhoca capitalista e se ele descuidar será posto para fora do engenho, portanto, mais um excelente motivo para que o espaço da Loja seja de formação, qualificação, qualificação.



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Elle

Instrução de Companheiro Maçom

10 motivos para você não ser maçom