Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro, 2015

Moody`s

Nesse blog já tem um artigo sobre uma turma da Universidade de Columbia, na qual seus renomados professores "aconselharam" a Islância a privatizaram todos os seus bancos. Afinal, aquele pedaço de gelo tinha que sai da "era do gelo" e ser um "plyers". Bem a Islândia quebrou antes de todo mundo, ainda em 2008. A solução deles foi radicalmente diferente, mas isso é assunto para outro post. Sobre a Moody`s  passo a citar meu conterrâneo de Governador Valadares Mauro Satayana (sim não fumos para os estaduzuindos) escrevendo no Jornal do Brasil e no seu bloger que acabamos de citar o texto na integra no post anterior a esse: "Conversa fiada que primou pela ausência, por exemplo, quando, às vésperas da  Crise do Subprime,  que quase quebrou o mundo em 2008, devido à fragilidade, imprevisão e irresponsabilidade especulativa do mercado financeiro dos EUA, a Moody,s, e outras agências  de classificação de "risco" ocidentais, longe de alertar p

Há Vagas!

Por esse dias encontrei uma propaganda da Catho; empresa especializada em Recursos Humanos e que recebe um alto grau de denuncias de falsas vagas. Só consultar no reclame aqui! Eu mesmo já anunciei uma vaga; após preencher com alguém que me procurou por outros meios, fui até o Catho e comuniquei o cancelamento. Até hoje se eu procurar irá encontrar. Veja aqui https://www.google.com.br/webhp?sourceid=chrome-instant&ion=1&espv=2&ie=UTF-8#q=vaga%20instituto%20kora ou aqui http://www.catho.com.br/vagas-emprego/instituto-kora/863131/ Onde você então vê que não temos vaga em aberto, porem, na linha abaixo diz que contratamos alguém pelo Catho; mentira. Nunca contratei pelo Catho, quero ver eles provarem isso. Nas justificativas, vale dizer, a Catho alega questões de ordem "mecânica" de computador que geram desvios. Enfim, tudo culpa da máquina. Mas acho um absurdo os serviços de recolocação, pois quem paga são pessoas que estão em momento financeiro frág

Finalmente: Serra revela o interesse!

Não podemos ser ingênuos em pensar que os resultados dos leilões do Pré-sal ficariam baratos. Como se sabe as empresas que habitualmente "ganham" o direito de explorar os recursos naturais não levaram do jeito que queriam. Ainda que ficaram com partes menores do bolo. Estou falando do fato petróleo. Aliás, nós brasileiros ainda não processamos as informações. Com o Pré-sal seremos produtores de petróleo como qualquer outro membro da OPEP. Fomos acostumados a pensar que petróleo é coisa da Arábia "Saudita". Pois bem, sabe aquele mito de que se um dia água for valer igual a petróleo termos guerra no Brasil? Pois é, chegamos a essa época, só que não é água, mas petróleo mesmo. Não conseguimos processar essas ideias. Mas são elas que estão em jogo no show da "Lava a Jato". Pois é claro que insuflar um caos no país do outro não é uma coisa simples. É preciso pegar as contradições e jogá-las uma contra as outras. Sim, há corrupção e ela é generalizado

A "NOTA" DA PETROBRAS E A "NOTA" DA MOODY´S

Imagem
publicado originalmente aqui  http://www.maurosantayana.com/ A agência de classificação de “risco” Moody’s acaba de rebaixar a nota de crédito da Petrobras de Baa2 para Ba2, fazendo com que ela passe de “grau de investimento” para “grau especulativo”. Com sede nos Estados Unidos, o país mais endividado do mundo, de quem o Brasil é, atualmente, o quarto maior credor individual externo, a Moody’s é daquelas estruturas criadas para vender ao público a ilusão de que a Europa e os EUA ainda são o centro do mundo, e o capitalismo um modelo perfeito para o desenvolvimento econômico e social da espécie, que distribui, do centro para a “periferia”, formada por estados ineptos e atrasados, recomendações e “notas” essenciais para a solução de seus problemas e a caminhada humana rumo ao futuro. O que faz a Petrobras ? Produz conhecimento, combustíveis, plásticos, produtos químicos, e, indiretamente, gigantescos navios de carga, plataformas de petróleo, robôs e equipamentos subma

Eike o Juiz e a Luma

A mídia repercute coisas que não temos tempo para pensar a verdade delas. As novidades, aliás essa é a essência da notícia, são as atitudes de um juiz em relação a casos jurídicos com grande repercussão na mídia. Temos um problema primeiro. Casos jurídicos como show na mídia é um problema, pois a forma de espetáculo é contrária à tranquilidade e serenidade próprio da Justiça. Lembro-me dos "Altos da Fé", shows de julgamentos promovidos pela Inquisição; era um show para enforcar pessoas; que sempre eram culpadas. No caso do Eike, renomado empresário brasileiro, o que nos chama a atenção é a ampla divulgação da mídia. Como em qualquer outro caso, nesse,  a divulgação parece já apresentar um resultado de condenação. O que é problemático. Em seguida, para confundir ainda mais a nós leitores, o Juiz aparece em fotos de jornais utilizando "bens" confiscados pela Justiça. É tão estranho que somos  levados a pensar que há  algo além. De tão grotesco somos levados a p

Agências de Classificação de Risco e a Islândia

Imagem
publicaco aqui   originalmente A mão da rua Em sucessivos plebiscitos, a população islandesa decidiu deixar a banca quebrar, estatizou a sobra e colocou banqueiros na cadeia. por: Saul Leblon   9 A  A+  A Islândia é uma nação diminuta perto do Brasil, uma espécie de Santa Catarina de gelo, com população menor que a de Jundiaí. Apenas 320 mil habitantes.   Se é possível dizer que essas características lhe dão flexibilidade para soluções impensáveis aos ‘baleias’ -- viver de turismo e pesca, por exemplo -- também é verdade que o seu poder de barganha é infinitamente menor.   Guiar-se pelo imperativo dos mercados seria o previsível no seu caso, deixando-se levar de forma mais ou menos passiva pela maré dos interesses graúdos que dominam a cena global.   Não foi o que ocorreu na crise de 2008.   Driblar a fatalidade de uma receita de arrocho em condições de estresse econômico e político extremo, eis aí uma dimensão que conecta as singularidade

O caso Mantega

NOTA DE ESCLARECIMENTO Com a finalidade de elucidar algumas notícias deturpadas a respeito da visita que fiz a um amigo que se encontra hospitalizado no Hospital Albert Einstein, na quinta-feira passada, dia 19 de fevereiro, venho a público esclarecer os fatos. Em primeiro lugar. não fui expulso do hospital, como alguns órgãos de imprensa noticiaram, nem houve participação do corpo médico, como foi insinuado. A nota do próprio Hospital Albert Einstein é esclarecedora nesse sentido.  O que houve foi uma agressão verbal de uma senhora visivelmente exaltada na cafeteria do Einstein, junto com manifestações isoladas de algumas pessoas que assistiam a cena. A senhora logo se retirou e eu e minha mulher, Eliane Berger, fizemos a visita ao amigo, como estava previsto. Esta foi a primeira vez que me deparei com um episódio desse tipo. Reitero minha indignação com o fato, principalmente por ter ocorrido em um ambiente hospitalar. Quero agradecer as diversas manifestações de apoio e solidarie

Quem banca o Estado Islâmico do Levante?

Imagem
Seria esse General do PT?

Venezuela

Imagem
Obama falha o seu golpe de Estado na Venezuela texto publicado  originalmente em Rede Voltaire , por  Thierry Meyssan O presidente Obama com o seu conselheiro para a América Latina, Ricardo Zuñiga, e a conselheira nacional de segurança, Susan Rice. © White House O Presidente Obama tinha prevenido. Na sua nova doutrina de Defesa ( National Security Strategy ), ele escreveu : «Nós ficaremos do lado dos cidadãos cujo exercício pleno dos direitos democráticos está em perigo, tal como é o caso dos Venezuelanos». Ora, sendo a Venezuela, desde a adopção da constituição de 1999, um dos mais democráticos Estados do mundo, esta frase deixava pressagiar o pior, no sentido de a impedir de prosseguir na sua via de independência e de redistribuição de riqueza. Foi a 6 de fevereiro de 2015. Washington tinha acabado de terminar os preparativos para o derrube das instituições democráticas da Venezuela. O golpe de Estado tinha sido planificado (planejado-br) para

Cuidado com o Pastor!

Já ouvi muitas pérolas dos ditos "pastores". Tenho duas últimas, sendo a primeira um certo pastor que fala chorando em um programa de rádio. Aliás, depois das 21:30 as rádios viram o maior circo dessa turma. Mas o chorão pediam 100 reais, inclusive dizia que mesmo que a pessoa estivesse em falta, 100 reais ela teria; ninguém está em tanta falta que não possa doar 100 reais. A outra pérola é a expressão "transferência de renda" para os milagres prometidos em um culto, isto é, quem participasse de um desses cultos especiais (que existem um para cada dia) iriam presenciar não milagres, mas transferência de renda.

Insulto ao Ministro Mantega e o ódio gratuito!

Porque pessoas de “boa família e bons costumes” tem protagonizado os mais virulentos atos de ódio?  Deve-se criar uma ciência para estudar esse fenômeno que se espalha pela America Latina. Em países como Equador, Bolívia, Argentina e Brasil a onda tem crescido.  Os mais recentes episódios foram o do Padilha, político que procurou a rede pública para ser atendido, e o ex-Ministro Mantega no hospital das “boas" famílias Albert Einstein.  Padilha teve problemas pessoais envolvendo sua esposa; e foi procurar atendimento no SUS; aliás é uma opção política desse cidadão. O que fez um jornalista repercutir asneiras diversas; Agora o ministro que é obrigado a ouvir “vá para o sus”.  Tais comportamentos irracionais de pessoas “ilustradas" só se justificam por uma única coisas. Historicamente tiveram tudo de bom e de melhor; confundiram até mesmo privilégios com direitos. Nunca tiveram a experiência de perder, sempre ganharam. O dinheiro faz com que tudo que “tais

Vamos acabar com a corrupção na Petrobras!

Imagem
Agripino Maia esconde sorriso de luxo ao ser denunciado como corrupto 23/2/2015 15:19 Por Redação - de Brasília Matéria publicada originalmente em Jornal Correio do Brasil Além da pensão que recebe por ocupar o governo, Agripino Maia também recebe salário no Senado Dono de uma das maiores fortunas do Nordeste brasileiro, onde o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) vai de pior a sofrível, o senador potiguar José Agripino Maia (DEM-RN) – coordenador financeiro da campanha tucana de Aécio Neves (PSDB-MG) nas últimas eleições presidenciais – é alvo de um processo por corrupção e suspeito de superfaturar um tratamento dentário de mais de R$ 50 mil, pagos com dinheiro do Senado. Sem exibir o sorriso de milhares de reais, o senador nordestino foi personagem de matéria no programa dominical da  Rede Globo , o  Fantástico , na qual se viu, frontalmente, acusado de receber mais de R$ 1 milhão para facilitar a montagem de um esquema de corrupção no serviço de inspeção veicu

Petrobras e Sabesp

Em matéria de um jornal da noite, das 10, temos o seguinte cenário. Uma matéria sobre Petrobras e outra sobre Sabesp. Na primeira matéria temos adjetivos negativos sobre fatos negativos. Na segunda matéria, temos vários adjetivos positivos para falar de uma crise que todos nós sentimos na torneira. É impressionante, crise presente em nossas torneiras; porém o jornalista apresenta como positiva a subida de algumas frações de centímetro; apresenta gráficos positivos de algo impossível de ser positivo.   É bem verdade que também há corrupção no caso Petrobras; e todo brasileiro sabe que "verba pública" tem fila. Seja nos famigerados projetos sociais, onde verba há, porém é muito difícil uma ONG da periferia conseguir; ou nos grandes projetos de construção pesada; sabemos que em Araguatins-TO ou em Juquitiba SP(Grande São Paulo) há superfaturamento nos mais variados tipos. Seja nos frequentes "seminários de educação" que os municípios promovem a cada semestre; na

Ditador compra vitoria da Beija-Flor!

O título é uma paródia; seria como a mídia conservadora enunciaria uma manchete envolvendo o PT. Pessoalmente não sou filiado e não tenho motivos em defender esse partido. Tenho, para aqueles que me conhecem, afinidade com teses políticas as quais podem estar presente nesse partido. Mas desde muito sedo aprendi que é importante a existência de partidos, contudo, a existência de uma Sociedade Civil é ainda mais importante. Uma democracia não se faz de bons partidos, mas de com boas organizações políticas da Sociedade Civil. Essa postura é necessária, pois quando houver corrupção no partido que você tem afinidade, o mesmo deve enfrentar as Leis do Pais. E quando isso ocorrer no partido que defende posições com as quais você não comunga também deve haver denúncias. Nesse cenário temos um ditador financiando uma escola de samba. A qual, aliás, ganhou. Existem várias perguntas a serem feitas e que não estão sendo apresentadas pela grande mídia. A mesma empresa de comunicação que deté