Petrobras e Sabesp

Em matéria de um jornal da noite, das 10, temos o seguinte cenário. Uma matéria sobre Petrobras e outra sobre Sabesp.

Na primeira matéria temos adjetivos negativos sobre fatos negativos. Na segunda matéria, temos vários adjetivos positivos para falar de uma crise que todos nós sentimos na torneira.

É impressionante, crise presente em nossas torneiras; porém o jornalista apresenta como positiva a subida de algumas frações de centímetro; apresenta gráficos positivos de algo impossível de ser positivo.  

É bem verdade que também há corrupção no caso Petrobras; e todo brasileiro sabe que "verba pública" tem fila. Seja nos famigerados projetos sociais, onde verba há, porém é muito difícil uma ONG da periferia conseguir; ou nos grandes projetos de construção pesada; sabemos que em Araguatins-TO ou em Juquitiba SP(Grande São Paulo) há superfaturamento nos mais variados tipos. Seja nos frequentes "seminários de educação" que os municípios promovem a cada semestre; na pavimentação das estradas rurais(onde se superfatura óleo diesel, etc)

A questão deveria ser ampliada. Utilizar um fato específico como alibi é perverso, pois demonstra que não se está preocupada, no caso da grande mídia, em eliminar a cultura da corrupção. O que se que é apenas e tão somente jogar politicamente, ganhar por outras vias o Poder; já que a direita tem perdido de norte a sul seus postos na política Estatal.

Vejamos o caso desse Demostenes Torre, que fazia palestras em defesa da "boa vontade; dos bons costumes". E logo foi punido por corrupção. Portanto, esse é o problema; a falsa cassa às bruxas é só para continuar a ser corruptos.  Esse é o problema.

 



  

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Elle

Instrução de Companheiro Maçom

10 motivos para você não ser maçom