Gay nos Seminários Católicos!

Afirmação difícil de provar, pois imaginemos algo parecido com o teste de arianismo feito por nazistas. Contudo, há um clima muito tenso no ambiente dos seminários; há sempre uma tensão para saber se você é o não é. Como nada se fala disso, como também pouco se tematiza o celibato ou quando o faz utiliza-se de teorias idiotas e metafísica, resta o clima tenso.

A boca miúda o tema rola souto, porém oficialmente não se fala e ainda é calado quem ousa falar. Nesse ambiente de pouca fala, no dizer do censurado Foucault, se faz; e parece se fazer na medida do silêncio. Não só os homossexuais, mas o de heterossexuais. O que se promove nesse ambiente onde é proibido falar, além do medo e dos assédios de poder, é um tipo de prática fortuita de sexo. Sexo e sexualidade clandestina, na qual se acumula experiências que mais parecem acidentes.

Como disse, não dá para afirmar que em tal Seminário fulano e beltrano são isso ou aquilo; depois, não se tem o  propósito de cassar as bruxas ou as bichas; a questão não é essa; ainda que tal postura é sempre objeto dos "direitistas" que estão próximo à Igreja.

O celibato não tem mais espaço na Igreja da forma como é posto. Com isso não se advoga a tirania do sexo aos 90 anos de idade, como é construído todos os dias na Tv. A sexualidade e a forma como a Igreja a trata, criando complexas teorias para justificar que os "eclesiásticos" só podem se forem celibatários ou, como na Igreja Ortodoxa Siriana, apenas os padres podem se casar, mas bispos não, apenas reforçam a existência de uma prática de fato da sexualidade.

Como sabemos, o celibato não compõe os pilares da Igreja Católica, muito menos da cristandade.

O silêncio e a proibição, a inibição, de falar do tema cria espaços "obscuros" que não dá para afirmar nada; mas que em casos concretos, como a Irlanda e a Arquidiocese de Boston, sabemos que houve abusos sexuais. Contribuindo para uma imagem equivocada do tema homossexualismo ao associá-lo a tais desvios de conduto.







Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Elle

Instrução de Companheiro Maçom

10 motivos para você não ser maçom