O Golpe se sua entrada nas mídias



Sim, da Folha de São Paulo, Estadão e nas TVs abertas, só se fala do golpe. A Folha, o diário conservador de São Paulo, do início ao fim só fala no golpe. 

Gozado, não vemos quase nada da crise de água de São Paulo Capital. Mesmo chovendo não se tem uma explicação para o maior reservatório ainda está no “volume morto”. O Governador até ganha um prémio por “gestão hídrica”. 

Em seguida não há relação alguma entre o governo de Minas Gerais, os governos do PSDB que lá estiveram no poder até dezembro de 2014, e o maior acidente ambiental que já tivemos. O povo  terá até dificuldade de saber qual é o maior? Já que não se tem a real dimensão do que ocorreu em Minas Gerais. Se fosse o governo do PT a ter vendido a Vale do Rio Doce, a grande mineradora, claro que teríamos noção do tamanho do rombo que a mesma fez. 


No jornal golpista tem-se várias matérias na qual se “interpreta” qualquer coisas como sendo sinais do impedimento de uma presidente eleita pelo povo. Não importa o ponto que se parta o certo é que se chegará ao demônio: Pt ladrão, safado, corrupto, nogento, asqueroso, etc…. 


Até está se disseminando a idéia do bom estuprador ou do bom torturador. Explico, a Dilma é legal, mas mesmo assim queremos lhe dar um golpe. É o torturador “boa gente”, aquele que gentilmente pede licença para cumprir o papel dele e em seguida amarra a pessoa no “pau de arara”. Pois tal doente mental até encontra explicações místicas para suas atrocidades, do tipo é bom para circular as energias cósmicas. (Enfim, não importa a explicação, pois todas serão esdrúxulas)

Como não se consegue incriminar nominalmente e por vezes se sabe que os indivíduos do PT que efetivamente são ladrões o são no mesmo furto que os demais políticos, a tática é dizer: mesmo não sendo ladrona, vamos lhe dar um golpe. 

Mas não bastasse toda essa escalada de ódio patrocinada pela sanha do Poder, temos sendo posto diariamente valores totalmente fracassados como sendo a grande novidade. 

A Folha de São Paulo tem uma página inteira com a Secretaria de Educação de Goiás. O chamariz:  “Empresários sabe mais de gestão do que o educacor”. rsssssss

A boa nova, evangelho, é que dar dinheiro público para OSs (como eles amam as siglas) fazer  a “gestão" das escolas. Nossa que lindo….




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Elle

Instrução de Companheiro Maçom

10 motivos para você não ser maçom