Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2015

Padre Fábio de Melo e a sacanagem do rebanho

Não, ele não foi expulso. Quero comentar apenas como a cultura de massa é perigosa. Conheço o Fábio pessoalmente, tenho alguém em comum como parente/amigo, trata-se de alguém muito interessante enquanto pessoa. Alguém que se esforça para se comunicar e tornar a comunicação algo amoroso, agradável. A pouco tempo conversando com alguém escutei a tal notícia. Aliás, bem recente. E depois verifiquei que se trata apenas de um movimento de bando, uma única frase e logo vemos milhares de aberrações facistas espalhadas pela internet. Aliás, essa é uma das funções atuais das "redes" sociais, realçar em nós o "espírito de guinus", aqueles "boizinhos" da NetGeo, sempre em busca de pastos melhores; tendo que passar pelo rio cheio de "crocodilos ferozes", malvados.... Essa cultura de rebanho é terrível e ela não tarda em passar sobre até mesmo aos que a ela se dirige com as melhores intenções. Espero apenas que o Fábio não desista e continue fazendo o se

Leitores do Blog AMF3

Imagem
Obrigado a todos pela constante leitura dos conteúdos aqui postados.  Como vocês podem ver, o pessoal que clica nas propagandas tá me rendendo maior grana. Ontem, por exemplo, lucrei 0,02 centavos de dólares. Lembrando que isso ainda não é dois centavos.  Se notarem, tem um pagamento farto de 101 dólares (uns 6 anos para alcançar esse fabuloso valor) Enfim, abaixo minha cara de felicidade e determinação em continuar compartilhar meus fartos saberes sobre nada.  A barba é promessa: quando eu atingir 1000 dólares e corto ela.  

Pensamentos escolásticos

Imagem
A vida é um acidente. A tragédia é que ela seja necessária. Foto: Poesia nas proximidades do Bd. Arago, Paris, 2012. Cídio Lopes

Kant: uma leitura das três críticas

Nas próximas semanas, passo a fazer uma resenha e mesmo adições reflexivas à obra de Luc Ferry sobre Kant. O filósofo Imanuel Kant é uma referência gigante para a filosofia moderna. Certamente temos grandes figuras, como Descartes, Espinoza, Voltaire, etc... Contudo, Kant ocupa um lugar fenomenal. E porque? Será a isso que pretendemos dar algumas respostas a partir do livro de Luc Ferry, traduzido para o português por Karina Janini e impressa sob a batuta da Difel - Bertrand Brasil.

Você sabia isto, da Síria?

Imagem
Matéria publicada e de propriedade do site  Oriente Mídia http://www.orientemidia.org/voce-sabia-isto-da-siria/ Por  Áurea Braga  (indicado por Amyra El Khalili) 21 de novembro às 22:55  · A família Assad pertence ao Islã tolerante da orientação Alawita. As mulheres sírias têm os mesmos direitos que os homens ao estudo, à saúde e à educação. Na Síria as mulheres não são obrigadas a usar burca. A Chária (lei Islâmica) é inconstitucional. A Síria é o único país árabe com uma constituição laica e não tolera os movimentos extremistas islâmicos. Cerca de 10% da população síria pertence a alguma das muitas confissões cristãs presentes desde sempre na vida política e social. Noutros países árabes a população cristã não chega a 1% devido à hostilidade sofrida. A Síria é o único país do Mediterrâneo que continua proprietário da sua empresa petrolífera, que não quis privatizar. A Síria tem uma abertura à sociedade e cultura ocidentais como nenhum outro país árabe. Ao longo d

Chove em São Paulo Capital, mas falta água

Um exemplo de ideologia pode ser tomado na própria cidade de São Paulo. Ideologia seria por assim dizer ideias que habita nossas mentes para encobrir outras ideias. Seria como que falsas ideias e mesmo a omissão de outras.  Nesse caso é comum que os meios de comunicação dominantes consigam “criar" um realidade. Seja ela pessimista ou otimista. Para piorar, as mídias em geral ou as empresas de comunicação tem uma relação muito específica com as empresas, logo, tal relação se mostram perigosa em todo o mundo ocidental.  Certamente você já conheceu aquele pequeno jornal de interior. Onde o moço que ‘vende’ anúncios vai de comércio em comércio ver se o dono quer estampar a sua “loja" no “jornalzinho” da cidade. Suponhamos que o dono da padaria resolveu anunciar. No dia seguinte depara com uma matéria nesse mesmo jornal dizendo que na sua padaria tem uns cachorros que ficam dentro da loja e que isso não é legal. (Os cachorros dentro da loja eu vi em São Tomé das Letr

Ciro Gomes: o nosso Putin

Imagem
Na engenhoca política de liquidação da esquerda, da existência conceitual da esquerda, Ciro Gomes tem se despontado como um nome a preencher o vácuo construído pela direita. Na verdade Ciro tem se lançado para ocupar esse lugar.  Dos candidatos certamente esse me parece ser um nome plausível. Mesmo que possa ser apenas uma estratégia de ferir a grande mídia com o seu próprio fogo, ocupando o vácuo produzido pelas globos e bandeirantes, Ciro é de longe o melhor nome desse país para 2018.  O paulistano radicado no Ceará é o articulador do plano real, do qual FHC se tornou a menina propaganda por usurpação no estilo de novelas mexicanas, e alguém com conhecimentos profundo sobre o Brasil. Transitando de norte a sul e com um volume de informação da vida social de dar inveja ao raivoso Principe da Privataria (FHC).  Seu irmão, Cid Gomes, foi aquele ministro da Educação que chamou os congressistas de “achacadores" da nação. Ciro também tem tons semelhantes e como

Outro malefício da analite!

Outro malefício da analite! No post anterior salientei que formados em filosofia e seus congêneres sofrem de paralisia decorrente do vício de analisar.  Outra curiosidade decorrente dessa postura é a ideia de  “jogar limpo”, isto é, demonstrar a totalidade das causas das ações. Assim, na procura desenfreada por jogar entendimento sobre os fatos sociais, o filósofo procura esclarecer todos os vetores implicados nas ações cotidianas.  Ora, a sociedade baseada no capitalismo assenta-se necessariamente sobre a mentira. A ocultação dos reais vetores que articulam os jogos comerciais. Adorno, o pensador da Escola de Frankfurt, já advertia isso. Segundo ele era impossível estudar a sociedade moderna capitalista e burguesa exatamente por esse viés. A naturalização em camuflar processos, esconder motivos, e jamais deixar que outros saibam a cadeia de causa e efeito que realmente move cada negócio. Ora, tal afirmação assenta-se sobre o fato básico de que a produção da mais valia,

O doença da decomposição

A analise que uma formação em filosofia ou nos demais cursos de ciências sociais e humanas nos dão pode ter efeito perverso na vida de seus cultores.  Esse gosto que é decompor realidades complexas, explicar quais são suas causas, desvendar as ideologias, denunciar os meios de comunicação que contam versões dos fatos que não coincide com os mesmos fatos percebidos pela maioria, etc… tudo isso dá uma sensação de poder fantástica.  Porém, tal postura de investigação do real cria duas situações. A primeira me parece igual ao paradoxo de “Aquiles”, ideia levada a cabo por Zenão, na qual o hábil corredor e herói grego nunca sairia de um ponto A e chegaria ao ponto B, pois ele teria que percorrer o ponto médio entre A e B. E assim o paradoxo nos leva a se perguntar pela metade, até o infinito. O que impediria de Aquiles chegar ao ponto B.  O excesso de analise que tais conhecimentos nos propiciam pode causar em nós tal paralisia. Não agimos, pois temos sempre que fazer uma

Pensamentos facistas

O fascismo é um tipo de pensamento e ação política. Para além do uso corriqueiro, hoje muito em voga nas “discussões”, facista é um tipo de pensar a vida, de pensar as relações sociais, de pensar em como se governa a vida privada e a vida pública. Portanto, não é algo vago ou modo de dizer, mas real.  Em linhas muito geral, podemos dizer que o fascismo se caracteriza por um simplismo no governo das coisas, das relações entre as pessoas. E por ser simplista, é comum teses sobre assuntos complexos serem dadas sem uma elaboração adequada e de modo parcial; sem considerar efeitos colaterais, preconceitos, “pre-juízos”, etc…  Sendo assim, estava em um farol de São Paulo. Ao ver um jovem negro fazendo malabarismo, seguido de pedido de dinheiro, tive ali uns relâmpagos de pensamentos facistas. Ao lançar a pergunta interna e só em minha consciência: porque ele não está trabalhando?  Creio que isso ocorre a muitos empregadores, especialmente empregadores de pessoas em funções té

Formação e informação em Filosofia

Nietzsche é um filósofo alemão muito apreciado entre nós brasileiros. A ideia de formação em filosofia decorre em partes do seu pensamento. Especialmente dos seus primeiros escritos, entre eles “O Nascimento da Tragédia a partir do espírito da música”, “Sobre o futuro de nossos estabelecimentos de ensino e Schopenhauer como Educador”.  Outras fontes para fazer uma diferença qualitativa entre informação filosófica e formação filosófica decorrem da nossa própria experiência no meio acadêmico de Filosofia. Na verdade da percepção de que entre os profissionais de Filosofia não só a didática é negligenciada, mas chega mesmo haver um culto à uma ação anti-didática e tudo o que concerne à pedagogia.  Formação em Filosofia é uma proposta que concebe os conhecimentos filosóficos como algo a ser exercitado. Proposição que vai para além de uma rápida ideia de “utilizar” os saberes acumulados sob essa divisa ao longo de mais 2500 anos. Pretende-se também ir para além de uma mera aqui

Manoel José de Alencar Filho: novo mestre em Filosofia

Imagem
Prof. Me. Cídio Lopes e Adv. Me. Manoel José de Alencar Filho Quero parabenizar o amigo e colega do Mestrado da Faculdade de São Bento, o Advogado Mestre Manoel José de Alencar Filho, pela conclusão do mestrado em Filosofia na Faculdade de São Bento. P.s.: Por algum motivo de problemas no site blogger, não estou conseguindo retornar na própria função comentários nossos agradecimentos. Ao comentário do dia 28/9/18 agradecemos e iremos transmitir vossos votos ao amigo Manoel.

Evento: Contracultura no Instituto Kora

Imagem
www.koraeventos.com.br 

Contra Cultura: Evento filosófico na Livraria Loyola - Centro SP/Barão

Imagem
O encontro foi cancelado devido a disponibilidade de lugar, o qual a Livraria Loyola/Barão cederia para o evento.  O encontro do dia 05 no Instituto Kora Butantã será nosso próximo evento. Sinam-se convidados para tal.  www.koraeventos.com.br 

Palácio dos Bandeirantes: França

Imagem
Palácio dos Bandeirantes, sede do Governo de São Paulo

Saída em massa de professores da Escola Pública

Imagem

Airbus 321 no Sinaï – apenas uma hipótese permanece

Imagem
Fonte do artigo Rede Voltaire  "  Valentin Vasilescu Valentin Vasilescu demonstra aqui a impossibilidade da teoria de uma bomba colocada no avião. Depois de explorar todas as hipóteses, resta agora apenas uma – a de uma falha no software do piloto automático. Portanto, podemos concluir que as acusações do Reino Unido e dos Estados Unidos, bem como a reivindicação de responsabilidade pelo Emirado Islâmico, são propaganda. O acidente não foi um ataque terrorista. Mas os problemas no sistema de piloto automático podem ser um acidente ou o efeito de sabotagem por um serviço secreto extremamente especializado. REDE VOLTAIRE  | BUCARESTE (ROMÉNIA)  | 17 DE NOVEMBRO DE 2015   FRANÇAIS    ROMÂNĂ    ESPAÑOL    ENGLISH    DEUTSCH    NEDERLANDS    ΕΛΛΗΝΙΚΆ   Os investigadores russos trouxeram com eles ao Egito um complexo aparelho concebido para testar os escombros dentro e fora do avião. Esse equipamento permite a detecção de explosivos baseados em aerossol para

Ataque em Paris

Imagem
e

A França e o Estado Islâmico do Levante

Na "imediaticidade" dos fatos de guerra, somos "covulsionados" a buscar explicações e encaminhar ações. E nesse contexto, remeto-me àquela ideia de Hannah Arendt sobre a fragilidade da verdade em épocas de guerra. A explicação também faz parte dessa fragilidade diante do pânico; e governos também procuram apaziguar esse “real-fantástico”(Zizek)  Atacar a França ou Paris, sua capital, nos parece ser mais midiático do que, por exemplo, o ataque ao avião com cidadãos russos (224 mortos) ou o os 41 mortos de 180 feridos em Beirute, fruto também de um atentado do El (Estado do Levante). Porque?  Poderíamos aventar que seriam mais ricos e por isso mais conectados aos meios de comunicação? Por que a França é mais sagrada que os demais?  e por isso não pode ser profanada?  Certamente conta o fator cultural, de uma frança altamente escolarizada e com relações culturais, exatamente através de suas faculdades, autores, pontos turísticos, história, com o resto

Ataque em França!

Ainda pouco temos notícias do ataque terrorista em França, precisamente na Capital Paris. O números que nos chega, dado a novidade do on-line, tem sido atualizados e temos novidades a cada momento. Sabe-se que foram ao menos em 6 pontos de ataques e já conta com 60 mortos. Tem ainda um sequestro na casa de espetáculo Le Bataclan. Tudo indica que é a guerra "lá na Syria" que tem entornado para a Europa nessa segunda versão, já que a crise de migração pode ser a primeira. Cídio

Facebookcidio

Finalmente matei minha conta do facebook, nossa que alívio. Creio que é difícil vida inteligente por lá. Dado a essa aridez, que fazia minhas narinas sangrarem, optei pelo velho blogger... 

O incômodo da filosofia

É compreensível que as classes sociais pobre ou ricas não gostem de Filosofia. Os motivos, penso eu, são de duas ordens. O primeiro é nossa herança oriunda de 21 anos de ditadura civil-militar. O outro, parece-me emergir de demandas das próprias pessoas, de fatores que estruturam a vida de cada um de nós no cotidiano. No caso histórico, pensar foi associado a por em cheque modelos sociais. Foi associado a ideia de que “comunistas" queria substituir nossos modelos de "status quo” por outros. Então, assim, se tenho uma vaquinha, a mesma seria pulverizada. Logo, se pensar é isso, odeio isso. O segundo motivo, que em partes já está presente no histórico, é a natureza do pensar e sua aparente fluidez das certezas. Assim, se odeia pensar na medida em que na vida cotidiana trabalhamos com certezas. Sou de uma profissão X, faço coisas Y e assim segue. O porteiro cuida da portaria, o motorista conduz o carro, o padeiro faz pão. São toda uma gama de certezas que nos alimenta, no

Fenomenologia: si

Não podemos falar de cuidado de si, pois esse si é problemático. Primeiro ele é compreendido nos termos de um egoísmo, depois, resta nos perguntar o que é ser um si.  Se tomarmos a problemática da consciência na fenomenologia, que se define como não sendo nada(Sartre), mas apenas como um movimento para fora, onde se encontra o si, o ser propriamente, cuidar de si seria outra coisa e não o egoísmo reinante. Cuidar, por exemplo, de aspectos universais, como a cosia pública, seria um autêntico cuidado de si.  Se si não pode ser preso a tradicional ideia de um ego, um existente que se direciona a todos e a si no intuito de ter poder sobre eles, como podemos então definir a propriedade do eu?  Um eu sem propriedade e mero movimento, transitoriedade ou para-si,(Sartre) torna-se algo por demais gelatinoso e confuso em épocas que estamos tão habituados a possuir. A ter as novidades da Apple.  Mas engana-se quem pensa que possui não só o famigerado iPhone 7(sim, 6s é coisa pas

O livro da sua vida. Compre já!

Imagem

La tradition gréco-latine de l’optique médiévale, de Calcidius jusqu’au xiie siècle

Le texte est à l'origine ici par Colette   DUFOSSÉ diplômée de master Introduction Retracer l’histoire de l’optique du  iv   e  au  xii   e  siècle, c’est moins mettre en évidence l’évolution d’une science que montrer la constance d’un intérêt pour une branche de la physique non retenue dans le cursus normal des études parmi les disciplines scientifiques formant le  quadrivium . Ni les textes grecs fondamentaux, l’ Optique  d’Euclide et celle de Ptolémée, ni les travaux arabes ultérieurs, ceux d’al-Kindi ou d’Alhaçen, n’ont reçu de traduction latine aux hautes époques ; les premières traductions de textes intéressant l’optique n’apparaissent qu’au  xi   e  siècle. Les auteurs occidentaux ne peuvent s’appuyer que sur le texte du  Timée  traduit par Calcidius au  iv   e  siècle, vaste cosmogonie qui inscrit une théorie visuelle dans son évocation de la constitution de l’homme. L’objet de ce travail est donc de faire le point sur ce que les Occidentaux ont retenu d