Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2010

Nietzsche seria um Blogueiro!

Imagem
Nietzsche defendia, na sua fase de juventude, um tipo de leitor que era semelhante aos ruminadores. Fez duras críticas ao jornal ou melhor à cultura jornalística pois essa tinha pressa e queria ler o resumo. Para ele, como para Bruni, o tempo da cultura é lento, devagar. Mas depois Nietzsche optou por escrever aforismos. Pequenas sentenças que exprimem e condensam vastas reflexões. Sua crítica era exatamente contra a pretensão dos sistemas, nomeadamente contra Hegel. Nesse sentido, poderíamos dizer que Nietzsche teria sido adepto do Blog ou do Twiter? a cada dia ele postaria suas curtas idéias. Enfim, fica aí a dúvida. Seria Nietzsche um Blogueiro? Prof. Me. Almeida

Nietzsche e a Verdade

Imagem
Nietzsche foi quem teve a coragem de colocar em cheque o status da verdade. Para ele, já em o Nascimento da Tragédia, a vida é uma grande metira e dizia: os gregos mentem por excelência, isto, os gregos clássicos sabiam criar a vida através da arte. Depois de Nietzsche Foucault disse que há o jogo de Poder e a Verdade está subordinada a esse. Não há uma verdade a ser dita por esse ou aquele filósofo, há o jogo de poder. Se ele é das instituições de mando no pais, na colônia, ele diz a verdade e dele é a verdade. Desmontado o jogo de Poder é que poderemos ver se esse ou aquele de fato disse algo relevante ou não. Enfim, até. Cídio Lopes.

Ser Pesquisador e não Ensinador!

Imagem
Na divisão do trabalho é que o capitalismo consolida a mais-valia. Nesse sentido é lógico, para o capetalismo, que alguns escrevam e outros reproduzam. Faz parte do jogo de poder, pois quem dita a verdade são alguns poucos eleitos das "uspis" da vida. A primeira postura que precisa ser mudada é não se contentar com ser ensinador. Você pode montar um grupo de filosofia aos sábados na sua escola e nele produzir o mais precioso material de ensino de Filosofia. Você pode sistematizar debates fantásticos com seus alunos sobre qualquer texto clássico. Basta você conceber todo esse fazer em vistas de publicar algo. Vamos proseando nesse blog. Estarei postando mais coisas sobre o ensino de Filosofia e como nossa prática pode e deve ser um fonte preciosa de pesquisa. Se você fizer isso certamente qualquer projeto de Mestrado em Educação terá interesse no seu trablho, pois ele de fato vai contribuir. Abraços. Prof. Me. Almeida

O Contato Estético no ensino de Filosofia

Nietzsche desenvolve sua obra, principalmente o jovem Nietzsche, no entorno de um projeto de cultura dita trágica. Aliás, em o nascimento da tragédia pode-se pensar em projeto de formação da cultura do povo através do renascimento do trágico. Na prática como fazer isso. Penso que o primeiro passo é pensar o ensino da filosofia fora dos espaços escolares. Nietzsche no seu tempo faz ácida critica aos estabelecimentos de ensino, o que se poderia fazer o mesmo nos dias de hoje. Penso que é preciso deslocar o ensino de Filosofia para outros espaços na sociedade. A filosofia precisa ganhar força fora da escola se ela quiser ter alguma posição mais favorável dentro da escola. Que tal criarmos os círculos de cultura de que fala Paulo Freire? Com descomunização do mesmo e sua tragicizasão. (o Conceito de Trágico é uma longa prosa.) É nisso que estou trabalhando atualmente. Prof. Me. Almeida.

O que é ser iniciado: pate 1?

Existem vários modos de abordar essa questão. O escritor Nicolas Aslan faz menção à etimologia da palavra e que nos lembra de ser "introduzido" a algo. Mas não se trata de qualquer introdução, mas algo que atinge a consciência da pessoa. Ser iniciado não é uma prerrogativa da Maçonaria, mas ao ser batizado em qualquer Igreja, sobretudo as cristãs, podemos também falar de iniciação. Jesus nesse sentido começa sua missão após ser batizado por João Batista, o que, para muitos, demarca uma iniciação de Jesus. Ademais, a iniciação tem dois caráter. Um é mais por fora, é como se entra na Ordem. Outro, e mais difícil, é o desenvolvimento pessoal, desenvolvimento da personalidade da pessoa. Ser Iniciado é ter um dado nível de consciência; ser capaz de perceber as beleza das coisas mais simples até as mais complexas. Ser Iniciado não faz da pessoas ter super-poderes ou ter benefícios capitalistas. Não facilitas as compras nas Casas Bahias, não arruma emprego. Aliás, vários

Ensino de Filosofia

A questão é: ensinar filosofia. Qualquer outra matéria da escola não enfrenta essa questão. A filosofia já na entrada é questionada sobre seu lugar, sobre sua validade. Seria isso própria da Filosofia? ou seria mero preconceito? Se pensarmos a sociedade como um jogo de poder, como nos propõe Foucault, certamente a Filosofia e sua posição na escola revela sim um dado jogo de poder. Não resolvemos a questão e já vamos para outra. Quem é que faz o debate sobre o ensino de Filosofia? Quem é que escreve e tem condições para se dedicar ao labor de escrever livros didáticos de Filosofia? Questões que não são exclusivas da Filosofia, mas que também revelam muitos dos entraves na lide com ela. Geralmente são acadêmicos que não estão na prática escolar. Na melhor das hipóteses já tiveram há muito tempo atrás. Enfim, quem é Marilena Chauí? Uma excelente filósofa, com um renomada obra. Contudo, apenas isso autoriza seu livro Convite a Filosofia ser um obra de referência para o Ensino Médio? Enfim,

Facistas ou Comunistas: Afinal de que lado está a Maçonaria?

A Maçonaria não é o que muitos pensam, inclusive o que muitos Confrades imaginam. Certamente há um discurso simplistas acerca do Poder. O que a faz ter profundas características fascista, como comentei no texto publicado anteriormente.  O fascismo é por ignorância, aliás, segundo KONDER, esteve na base do Nazismo e Fascismo, exatamente o chauvinismo. No caso da Alemanha a idéia de raça pura, na Itália a idéia de que seriam novamente o Império Romano. rsssss Mas aí vem uma coisa intrigante. Protógenes Queiros é do PCdoB. E agora, como fica os manos reacionários? Protógenes, Maçom, é comunista? Fez palestra recentemente na GLESP.  A Maçonaria não é o que a massa pensa. Não é também o que muitos "maçons" pensam sobre a Ordem. É bom reformularmos nossas "frases prontas" do tipo: "político é tudo bandido"; "não dá mais". "antigamente era melhor (isto é: na época de um governo de excessão e que mais da metade da população não tinha escola).  C

A Maçonaria, a Política, os Fascistas!

Imagem
Selo de condenação da Maçonaria* Selo de condenação da Maçonaria * No Brasil de hoje pode-se afirmar, com aquelas ressalvas de práxis, que os maçons são fascistas. Já ouço o coro daqueles que pensaram por "curto-circuito".  Calma. Vamos às partes e decantar essa afirmação. O fascismo tem uma origem interessante. De certo modo o "fatio", poder, que é praticado por um Estado nessa modalidade de governança assemelha-se à um familia. Isto mesmo, em geral o fascismo opera um Estado complexo com pensamentos simplistas e que se assemelha ao governo de um pai(machista e tira no é claro, no estilo daqueles pais do meio rural de antigamente) à sua familia.  Nesse sentido, dizer que a grande maioria dos maçons são fascista tem lá sua base. Em geral esses comunicados que os Graos-mestres gostam de fazer estão cheio disso. Ele s pensam uma nação como se fosse uma "ordem" maçônica e não se dão conta de que uma coisa é uma Instituição no

Conhecimento Tradicional?

Geralmente quando pensamos em conhecimento tradicional nos vem à mente a TFP, um grupo facista-nazista da Igreja Católica, Arautos do Evangelho, outro grupo facista, ou Opus Deis, fascistas espanhóis. Mas não é bem assim. Estamos a dizer sobre um tipo de conhecimento ligado às comunidade tradicionais, que poderiam ser os indigenas do Brasil, os povos Incas na Bolívia, Peru, Equador, etc.... Nos chega volta e meia teorias muitos exóticas e que são veiculadas como conhecimentos tradicionais. Entre elas temos figuras como René Guenón, Blavaski,(teosofia) Max Hendel,(uma entre outras associações Rosa-cruz), Antroposofia, Eubiose, Conscieciologia.... Fora outras experiências bem diferentes que rola aqui no Brasil: Santo Daime, Cidade Eclética, Vale do Amanhecer, Trigueirinho(Fazenda Figueira) uma sociedade que fica em Santo Tomé das Letras(que esqueci o nome) e muitas outras por esse brasil.

O que é um bom livro?

Existem livros e livros. O problema básico com os livros é: "não basta ter formato de papel para ser um livro". Porém, confundimos com frequência isso. Pensamo que ao ter formato de papel a coisa já é um livro. Em matéria de Maçonaria tem cada coisa. Não se trata de gosto, pois depois de Imanuel Kant, com sua obra Crítica do Juízo, passamos a pensar que gosto não se discute. Discute-se sim e existe o gosto duvidoso. Claro que há em determinado momento coisas que não se discute, mas isso não exclui as coisas horríveis. Indico os Livro de Nicolas Aslan, pois são as melhores fontes para compreender a maçonaria. Os advogados da Ordem muitas das vezes confundem seu labor jurídico com atividade literária e, infelizmente, com Filosofia. A Filosofia é democrática e não precisa ralar em uma graduação e mestrado para se intitular filósofo. Qualquer um com meia duzia de idéias interessantes já pode se intitular. Nós, os formados e de carteirinha, não vamos brigar ou proibir como o f

"Fragmentos de um Ensinamento Desconhecido"

Abaixo uma citação de um autor muito interessante e que não encontramos as esquinas da vida. "No que se refere à evolução, é indispensável, desde o início, convencer-se plenamente de que não há evolução mecânica possível. A evolução do homem é a evolução de sua consciência. E a "consciência" não pode evoluir inconscientemente. A evolução do homem é a evolução de sua vontade e a "vontade" não pode evoluir involuntariamente. A evolução do homem é a evolução de seu poder de "fazer" e "fazer" não pode ser o resultado do que "acontece". (Gurdjieff in: OUSPENSKY, P.D. Fragmentos de um Ensinamento Desconhecido: em busca do Milagroso. São Paulo: Ed. Pensamento.) A citação nos lança a um conjunto de reflexões. Pois ele pode ser considerado como muito bem acertado e ao mesmo tempo pode ser interpretado de modo totalmente equivocado. Mas essa passagem não deixa dúvida, pois ou nos movemos ou seremos levado junto do rebanho.

Qual livro ler sobre Maçonaria?

É com encontrarmos pessoas querendo se informar sobre o que é maçonaria. Lembro-me que por ocasião de minha formatura de Ensino Médio (Antigo Segundo Grau) estive em uma comemoração no salão da Loja Maçônica de Conselheiro Pena (MG). Não contive o desejo de conhecer o interior do templo, o que nos foi permitido, antes sob uma prévio exame do templo por parte de uma pessoa que ali trabalhava. Tudo liberado lá fomos. 

Olá a todos os que visitam esse blog

Obrigado pelos acessos e comentários. Após terminar o mestrado em Filosofia penso que terei mais tempo para escrever e postar por aqui. Um grande abraço a todos.

Agradecimento aos Internautas.

Quero agradecer de coração ao carinho dos leitores com nossos Blog e com o conteúdo publicado nele. A idéia de uma Academia Maçônica de Filosofia é um projeto que bem sendo pensado a tempo por alguns Maçons de São Paulo. Não se trata de um projeto de uma cabeça apenas, mas de um grupo. Como não vivemos de maçonaria, alguns entraves da vida prática tem nos impedido de colocar no ar nossa plataforma de Educação a Distância (EAD). Por outro lado, temos caminhado bastante em atividades concretas aqui em S.P. O que deve postergar nossos cursos para o ano que vem, uma vez que uma sede física está em reforma e ficará pronta, se deus quiser, em novembro.

Ritual da Maçonari

Para muitos a maçonaria é coisa do diabo. Aliás, nessas casas de oração, pseudo igrejas [i] , fala-se muito mais do “tinhoso”, bicho de chifre, capeta, diabo, que me faz pensar que pouco se sabe de Deus. Nessa mentalidade os maçons fazem “rituais macabros”. Sei lá o que esse povo pensa por “ritual” e muito menos macabro.

Maçonaria nos U.S.A.

Para os internautas, especialmente oriundos do site CPnoticia, listamos dois sites da Maçonaria nos USA. Existem vários outros, mas por hoje vai a dica de dois que certamente fica onde se concentra a maior parte da comunidade de brasileiros no exterior: Estados de Massachusetts e Connecticut. Lá o navegador poderá encontrar considerável quantidade de informação sobre a Ordem Maçônica. The Grand Lodge of Ancient, Free and Accpted Masons of the Commonwealth of Massachusetts (Grande Loja de Maçons Antigos, Livres e Aceitos da Comunidade de Massachusetts) :   http://www.glmasons-mass.org/index.tpl? The Grand Lodge of Ancient, Free and Accpted Masons of the Satate of Connecticut ( Grande Loja de Maçons Antigos, Livres e Aceitos do Estado de Connecticut) http://www.ctfreemasons.net/