Ritual da Maçonari

Para muitos a maçonaria é coisa do diabo. Aliás, nessas casas de oração, pseudo igrejas[i], fala-se muito mais do “tinhoso”, bicho de chifre, capeta, diabo, que me faz pensar que pouco se sabe de Deus.

Nessa mentalidade os maçons fazem “rituais macabros”. Sei lá o que esse povo pensa por “ritual” e muito menos macabro.

Um ritual é uma coisa que se faz todos os dias ou semana do mesmo jeito. Desse modo você poderá ter várias rituais na sua própria casa. Ao levantar você pode repetir um mesmo gesto, ao ir para a escola. Em última instância pode-se dizer que um rito é um hábito.

O ser humano sempre teve ritos, sobretudo os ligados ao sagrado, isto é, para cultivar a Deus. Neste caso um rito é para viver o MITO.  Mito aqui não é coisa do demônio, como os famigerados neo-petencostais pensam. Mito é algo que ocupa um lugar muito especial na condição humana, pois são formas de explicar questões da vida humana. Nesse sentido toda TORAH (Lei amorosa de Um Pai Supremo para guiar seus filhos) pode ser considerada como uma mitologia que explica o surgimento do povo Judeu e, posteriormente, dos cristãos e islâmicos.

Nas Igrejas, que são gestoras de Rituais (Missa, culto, celebração...), temos os ritos e rituais religiosos. Alguns, os católicos, vãos a lugares sagrados, fazem procissão. Outros, os protestantes e os demais, fazem orações como o Pai Nosso, tem uma lógica de leitura da Bíblia e de organizar o culto.

Na maçonaria não é diferente. Têm-se Ritos. O mais utilizado no Brasil é o Rito Escocês Antigo e Aceito. O nome é grande e tem uma longa história. Sua origem é na França e surgiu de um Rei Inglês que havia sido deposto e meio que estava fugido em terras francas. No exílio esse rei construiu o Rito Escocês, pois ele era da escócia. Nesse rito não tem nada de mais, é apenas um eficiente método de trabalho. Com abertura meio e término. É preciso de disciplina, modos de sentar, hora certa de falar, tipo de palavreado que se usa, como chamo outro confrade e por aí vai. Imagine que a educação “estatal” não funciona como deveria exatamente por falta de regras, de disciplina. Isso não acontece na maçonaria, pois lá se tem uma rígida regra para tudo.
Mas não existe apenas um Rito na maçonaria. Tem ao menos mais quatro que é autorizado a ser praticado no Brasil. Os ritos são: Rito de York, Rito Moderno ou Francês, Rito Adhoniramita, Rito Rito Schröede. Existe também o Rito Brasileiro que é como o nome já diz de origem brasuca e que tem sido praticado por algumas Lojas.

E para que serve um Rito? Será que os cristãos-mais-puros-até-mesmo-do-que-Cristo teria a coragem de dizer que é coisa do diabo? Penso que a falta de conhecimento, o analfabeto, o grosseiro e chulo, os maus hábitos, é que são coisas do diabo. Um rito enquanto um hábito saudável e para promover a inteligência só pode ser coisa de Deus, pois a ordem é coisa de Deus, como a Luz também é.
Um abraço e até. 



[i] Igreja quer dizer assembléia. Assembléia é um lugar onde todos tem voto e vez e decide, através do diálogo, os rumos comuns daquele lugar, no caso da Igreja. Nesse sentido, muitas “Igrejas” não podem receber esse nome, pois não se sabe e não se participa de nada no que toca aos processos ali desenvolvidos. Aí vai a pergunta: a sua Igreja é uma Igreja, ou uma casa de oração, na qual você vai lá e consome o serviço religioso e vai embora. Nessa perspectiva, vários teólogos de diversas denominações (católica, luterna, metodista, batista, presbiteriana, etc) não vêem com bons olhos a confusão que se faz com nome Igreja. 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Elle

Instrução de Companheiro Maçom

10 motivos para você não ser maçom