PIB e os coxinhas

IBGE e “bolivarianos” da ONU conspiram para melhorar PIB brasileiro

10 de março de 2015 | 23:03 Autor: Fernando Brito, no Tijolaço
debret2
Estico a noite de trabalho para registrar – ainda hoje, antes da divulgação da revisão do Produto Interno Bruto –  com antecedência, o ridículo da matéria da Folha que diz que a revisão  “está sendo comemorada dentro do governo porque deve garantir pelo menos um crescimento pequeno da economia no ano passado, em 2014″.
O texto da reportagem diz, ele próprio, que todos os anos anteriores serão revistos segundo os critérios estabelecidos pela ONU em 2008 (!!!).
Ou seja, que a expansão do PIB de um ano revisado será calculada sobre a de outro, também revisado, com a inclusão de categorias e atividades econômicas que eram desconsideradas no cálculo.
Traduzindo: se o PIB revisado de hoje tem crescimento sobre o anterior, também revisado por critério igual, é crescimento, mesmo, não arranjo estatístico.
Como toda base estatística, o PIB também sofre revisões. Como o do cálculo do desemprego que, no limiar do Governo Lula, sofreu modificações e passou a registrar números maiores.
A inclusão de gastos militares no PIB, registra a Folha, fez com que o PIB dos EUA tivesse um crescimento maior, e ninguém diz que isso tenha sido um acordo dos “bolivarianos” do Tio Sam com o Pentágono…
Nos comentários da matéria, os coxinhas vociferam, dizendo que isso é um golpe – só falta dizerem que promovido pela ONU – para evitar o “impichi” da Dilma.
O ridículo do pensamento coxinha excede qualquer delírio.
Mesmo que seja pouco, eles não admitem que o Brasil esteja crescendo.
Afinal, como é possível admitir que este país possa ser algo diferente  de uma colônia miserável, onde eles usam seus veludos e liteiras?

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Elle

Instrução de Companheiro Maçom

10 motivos para você não ser maçom