10 motivos para você não ser maçom

Quer ser maçom?

Prof. Me. Cídio Lopes


https://www.amf3.org/p/formacao-aprendiz.html



 Abaixo texto sobre 10 motivos para você não ser maçom. 


A ideia de fazer uma lista negativa tem duas origens. Uma é por observar uma lista publicada no blog http://rosacruzes.blogspot.com/ referente à Rosa Cruz. Outro motivo, que advém de nossa observação, é dissuadir uma superinflação do que é a Maçonaria e com isso auxiliar os interessados em fundamentar seus motivos sobre “querer entrar na Maçonaria” de modo mais maduro, mais articulado.

A lista toma pontos ideais, sobretudo encontrado pela internet. E tenta mostrar sua falta de articulação. Esperando produzir com isso o efeito de levar a pessoa a caminhar para além desse estágio mais simples. A ideia não é fazer com que a mesma desista, mas aprofunde e aperfeiçoe o interesse.


1º Escola Evolutiva

Escola alguma faz uma pessoa melhor. Sim, estudamos e procuramos ser alguém melhor, mas será muito comum encontrar irmãos muito limitados. Certamente se você fizer um curso de Filosofia em uma faculdade, ou um MBA em recursos humanos, ganhará muito mais habilidades consigo do que frequentando um Loja Maçônica. Na maçonaria é estranha a ideia de um "formador", você mesmo é que se forma. E por isso mesmo, será você o artífice de sua boa formação. No máximo encontrará, se souber procurar um “Mestre”, boas indicações entre os manuais de Loja e a vida ordinária. Comumente o “segredo” está aí, fechado sob o material simbólico; se você não conseguir desvendá-lo, ele vai roçar vossa vista e nada verás.

2º Fraternidade

A ideia de que seremos fraternos guarda muitos pontos adverso àquela ideia idílica de paraíso na terra. Geralmente pensamos uma fraternidade onde todos pensam igual, fazem coisas juntos, rituais no qual mais parecem aquelas danças do Michael Jackson. Esqueça tudo isto, pense um pouco, será isto possível entre 150 mil maçons no Brasil? Na nossa família de sangue, os irmãos são todos iguais? Enfim, se prepare para aprender a conviver com o diferente, com o radicalmente outro. Isto pode ser algo terrível para as mentes medianas. Então, esqueça, pois, seu ideal de fraternidade será totalmente repensado e a tal necessidade de ser fraterno pode se esvair nos primeiros seis meses e você vai sair da Maçonaria com muita raiva e lamentando de ter investido dinheiro e tempo. Aqui está outro ponto, se você não souber se posicionar numa relação fraterna que libere o outro para ser ele, também não conseguirá nada por aqui.

3º Rede de contatos

Este é o pior motivo para se entrar na Maçonaria. Quem procura a Ordem para tal está no lugar errado por dois motivos. Primeiro que vai descobrir que não é um Club de serviços. Com frequência irá receber como resposta a interesses corriqueiros um “não”. Não será possível apagar as regras da vida social, a lógica do mercado e da economia no geral continua a existir. Que alguém vai lhe dar um carro do ano ou comprar alguma coisa que você está vendo? Enfim, algumas aspirações são infantilizadas, nos termos do freudismo. Ser irmão maçom não garante nada. Ter uma "carteira de maçom" é igual ter uma de torcedor de futebol. 

Qualquer irmão honesto vai logo notar que o indivíduo está ali para tirar proveito, o que o exclui de imediato de qualquer prosa saudável. Ninguém se sente bem se alguém se aproxima de você para fazer de você um meio. 

4 º Crescimento pessoal

Certamente você já deve ter visto ou feito a leitura de alguma coisa desses palestrantes de recursos humanos. No estilo Lair Ribeiro que diz: "mire na lua, pois se você errar, ainda estará entre as estrelas". Duas coisas aí são equivocadas: a) como já disse acima, não se forma pessoas, as pessoas é que se formam. É um erro esperar isto da Maçonaria, pois ela não presta serviço; b) você consegue crescimento fazendo um ótimo curso seja no SENAC, ou uma boa faculdade ou um MBA. Em comparação a estas escolas a Maçonaria é muito desqualificada. O específico da Maçonaria está para além disso.

5º Liderança 

Liderança é uma palavra muito ligada à empresa. Portanto, deve ter uma lógica de exploração da mão de obra, isto é, “empregados” produzem e a produção pertence à empresa (dono). Deve fazer com que os "colaboradores", nome que procura disfarçar a condição de que a produção feita pelo funcionário não lhe pertence, deem tudo de si para a empresa produzir seu lucro. Lucro que é do patrão. Este modelo, portanto, é totalmente incompatível com a ideia de fraternidade; o modelo de liderança dentro da maçonaria está mais para Dalai-Lama do que Steve Jobs, portanto não dá lucro. Procure se formar líder em outro lugar.

6º Assistência durante viagens

Neste tópico reside mais uma fantasia acerca do que é Maçonaria. Existe o mito de que os Cavaleiros Templários protegiam os peregrinos durante as viagens à Jerusalém. (O que é mitigado pelos historiadores). Este mito foi transposto para a Maçonaria e hoje em dia ele é cultivado por não-maçons, pois maçons de fato já experimentaram na prática que não é assim. 

Esta ideia de que você vai ser recebido nos EUA só pelo fato de ser Maçom; ou que chegando em Nova York é só fazer um sinal milagroso e um senhor gentil, rico, vai lhe acolher na sua suntuosa residência, seria de rir, mas não podemos fazer isto pelo fato de que muitos procuram a Maçonaria par tal. Então temos que ser enfáticos de lhe dizer que você não irá encontrar nada disto por aqui. Para ir aos EUA é bom ter um cartão internacional com fundos razoáveis e que a Maçonaria não lhe ajudará em nada. 

7º Valores éticos

O Irmão José Arruda, ex-governador cassado do Distrito Federal, é um exemplo. Você terá muitos outros, sobretudo aqueles que veem a Maçonaria e seus rituais como fonte de ganhar dinheiro das pessoas que procuram ser maçom pela internet. Portanto, se for por basear no exemplo ético dos outros, você não terá ética alguma. O mais indicado é você se sentir motivado em si para buscar princípios éticos na vida.

8º. Prestigio

Quem procura a Maçonaria atrás de prestígio esta no mesmo nível do que a procura para fazer contatos. Em geral este fenômeno acontece com mais frequência nas cidades do interior do Brasil. Todas as pessoas "importantes" procuram ser Maçom. Pode ser um "tiro pela culatra", em geral ser Maçom é sempre motivo de chacotas. E reside uma contradição querer fazer parte de uma "sociedade discreta ou secreta" para ser visto pelos outros. A fonte do prestígio ou destaque social será você mesmo; você é o responsável por ser alguém apreciado na sociedade onde vive; uma Instituição não consegue lhe impingir tal característica moral.

9 º Vender algum produto ou serviço

Postura abominável que muitos advogados e outros profissionais liberais gostam de cultivar. Outros são aqueles que vedem souvenir. Enfim, em geral os Maçons vivem sem dinheiro, alguns ostentam pompas e o comércio de coisas (produtos como avental, estatueta, joias com símbolos...) não tem vida longa. Pode quebrar qualquer um. Na batida passagem “bíblica” na qual Jesus denuncia na porta do Templo (em Jerusalém) todo tipo de comércio que havia tomado aquele lugar, em Maçonaria está manjado tal prática.

10º Encontrar com forças sobrenaturais

Por fim, muitas pessoas entram e logo desistem de ser maçom. Isto porque elas descobrem que as reuniões são para discutir filosofia. Em nossas Lojas não tem efeitos especiais, não dá para ver mestres Yoda levantando objetos ou utilizando espadas de laser. Muito menos os cavaleiros dos zodíacos. O mistério da vida é algo sutil; demanda maturidade e ele não se revela como efeito dos cinemas. O cultivo desse mistério é que move a humanidade.

Enfim, espero ter ajudado as pessoas indecisas sobre querer ou não ser Maçom. Espero que com esta lista os motivos de que deseje de fato em ser Maçom sejam mais qualificados e refinados.

Fazer parte de uma “sociabilidade” é um interesse licito e altivo. O motivos para tal devem ser baseados em ideários que vão da filosofia Estoica, Iluminista e mesmo ideias cristãs. Um pouco mais amplo, ideias de outras religiões também são ótimas referências para fundamentar o desejo de somar a um grupo de pessoas interessadas em não só “ajudar” alguém, mas, sobretudo, a compartilhar a própria caminhada nessa existência. E nessa partilha, também se lapidar como pessoa; que consiga superar práticas cotidianas que nos apequena enquanto pessoas humanas.



(Texto atualizado em 13/10/18. Correções ortográficas e adição de complementos de ideias, mas no geral o texto mantém sua característica geral. Agradeço às mais de 25 mil visualizações/leituras e o mesmo voto estendo aos futuros leitores.)











Comentários

Anônimo disse…
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse…
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse…
Excelente, seus motivos.Acho que isso ajudará muitas pessoas em suas decisões e opiniões a respeito da Ordem.
Anônimo disse…
Certamente que seguir a força maiores e querer ser sem barganhar e fazer o bem sem olhar a quem ser quem sou sem esperar ser alguem ser eu mesmo e ir bem mais além em busca de meus objetivos que é viver muito mais que bem comigo ou com meu outro além talvez sim ou não tabém e que sou eu para discutir o certo do errado tabém...
Anônimo disse…
só não concordo com a parte das forças "sobrenaturais". todo mundo quer ver isso,e, todo mundo sabe que um dos melhores lugares para se encontrar tal tipo de coisa é a maçonaria. se acha que eu voou abandonar meus três meses de iniciado com essa lista, está enganado.
Anônimo disse…
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse…
eu tbm estava querendo entrar mais um maçon me falou que não vale a pena, pois os maçons estão querndo só dinheiro,e se não pagar a coisa fica feia.
Unknown disse…
Quem que vai longe...

Postagens mais visitadas deste blog

Instrução de Companheiro Maçom

Qual é o seu motivo para entrar na Maçonaria?